domingo, 29 de agosto de 2010

Revolta!


   Porque tudo que me causa revolta vem desse teu jeito insuportável de agir e de me envolver? Sinto uma vontade imensa de te xingar, mas prefiro não baixar o nível. Tem dias que queria mergulhar em seus olhos e em outros prefiro ficar onde estou, pois seu olhar me remete a algo sujo. Você me causa revolta. Quando você chega perto de mim, sinto a tua respiração quente em minha nuca, não sinto mais nada alem disso, alguém atrás de mim respirando... Por que de uns tempos pra cá ficou tão falso? Sei que você queria mudar, deixar de ser aquele menino ingenuo e virar um homem sem medo, mas isso ta fora de controle a revolta de dentro de você esta abalando o mundo aqui fora. Não dou um dia para que essa tua revolta te mate! Saiba que já matou o meu amor por você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário