quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Viver para si mesmo.

   O ultimo grito da minha vida, deixo para você, também deixo a minha ultima lagrima, para que cuide.
   Estou partindo para bem longe, estou indo para onde deveria ter nascido, onde sempre foi o meu lugar.
   Deixo nesta pequena cidade, os meus sonhos pequenos que realizei, agora vou pra New York realizar os grandes. Deixo também para você a minha casa repleta de memorias, deixo também a minha maquina fotográfica que registrou vários momentos felizes e tristes que passei aqui.
   Fique também com o meu telefone, meus amigos, meus parentes...
   Pegue a minha vida que vai ficar dentro dessa cidade, pois estou disposta a construir outra em NY.
   Deixo-lhe tudo isso caro amigo Tempo, sei que você ira curar as feridas de tudo isso, ira deixar novo em folha, para uma nova vida vir morar aqui, no espaço vazio que deixei no tempo e com o Tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário