sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Desvio de personalidade.

   Não entendo o que se passa comigo, não entendo a vida que levo, não entendo...
   Tenho mil e uma faces, mil e uma historias a serem contadas, mil e uma maneiras de agir. 
   Não tento me entender, quero ser um enigma, quero poder escolher quem vou ser hoje e quem serei amanhã, pois pra mim ser a mesma pessoa todos os dias é desgastante, pacato e sem surpresas, algo melancólico e rotineiro.
   Deixo o mundo girar em minha volta a criatividade soltar flores no jardim atras de casa, deixo o meu disfarce de Sofia e visto o de Janaína. 
   Fui tantas pessoas em minha vida, de maria a joão, e esqueci que nome esta escrito na minha identidade, quantos anos tenho, da onde vim e quem são meus pais, e pra que saber? Eu posso me reinventar quando quiser posso ter varias vidas, posso realizar sonhos absurdos e no outro dia ter outros sonhos outra maneira de pensar, nada é igual, e isso faz tudo ser... sem palavras.
   Quem eu sou? A sede da vida...

2 comentários:

  1. Que lindo esse post! As vezes a gente procura em ouros "eus" uma forma diferente de viver e ser feliz não é? Tanto que as vezes nos esquecemos mesmo quem somos...
    Gostei muito *-* Um beijo

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo. Que bom que você gostou, obrigada!

    ResponderExcluir