segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Like a lie

Você foi o sortudo que cegou os meus olhos e quebrou meu coração, que tem no olhar a arrogância mais admirável do universo, e que leva os erros até a linha de chegada. Não te culpo por colecionar coisas idiotas, tipo o meu coração que só bate quando quer e que fingi não ligar pra nada, ele é estúpido, igual quem o roubou.
Um dia seus erros e os meus irão revelar a verdade, somos idiotas amantes da irresponsabilidade de amar. Portanto, enquanto isso continua respirando, nós sangramos, como uma mentira, coletando erros e defeitos, deixando esvair o que há de bom para sermos o pior, para sermos para sempre.

Um comentário: